Cátia @ 21:19

Dom, 13/06/04

valentine_12.gif

Ou será mais o verdadeiro masoquismo?! ehehe não sei ;-) Permitam-me discordar desta frase pois acredito que na vida existem momentos para arriscar, momentos para esperar e momentos para desistir. E o mais difícil é descobrirmos, pior ainda, aceitarmos que chegou o momento em que temos de desistir de algo ou de alguém. Pior ainda quando esse alguém faz parte do nosso mundo e conseguiu de alguma forma modificá-lo ou marcá-lo de forma tão pesada que parece impossível viver num mundo sem essa pessoa. Seja ela um amor, uma amizade ou um familiar. Aqui coloco-me a questão se realmente devemos desistir de uma pessoa. É que desistir de sonhos impossíveis, ou desistir de algo em detrimento de outra coisa que alcançámos é aceitável (pouco mas aceitável), mas se desistirmos das pessoas não nos farão o mesmo? E eu odeio que desistam de mim, odeio deixar de significar alguma coisa na vida dos que me rodeiam, odeio sentir que perdi alguém porque a pessoa simplesmente desistiu. Contudo não sou santa nem perfeita e acredito que só desistem de mim quando eu já me excedi por demasiadas vezes ou porque eu própria desisti das pessoas. E foi raro, é muito raro desistir de alguém. Já pensaram o podemos aprender com os outros? Já pensaram no enorme tesouro que é termos alguém do nosso lado que nos puxa quando nos afundamos, que nos empurra quando ficamos para trás, que nos enxuga as lágrimas quando precisamos chorar? Já pensaram como é inqualificável o valor de alguém que, contra tudo e todos, acredita em nós, luta por nós e nos defende? Isto é o sinónimo de alguém que nos ama, de um verdadeiro amigo, de uma familiar a quem podemos realmente chamar de tal. Pelo menos para mim!
Acredito que há momentos em que temos de desistir... só que são momentos muito raros e, quando gostamos de alguém a sério, ou quando temos um sonho em que realmente acreditamos... NUNCA desistimos (ok... pelo menos enquanto não formos abusivamente maltratados pela pessoa ;-) é que há limites para tudo!)

E já agora FORÇA PORTUGAL!!!!!!! Perdemos um jogo, não perdemos o campeonato!

******
Cátia








Pedro @ 01:35

Seg, 14/06/04

 

Desistir? Hum... não me parece pois desistir é não acreditar, é perder a esperança e se perdemos a esperança naquilo que cremos mais, então por dentro morremos. Poderemos renascer, mas nunca recuperamos aquilo que perdemos e desse passo ao 'se tivésse feito...' ou 'se tivesse acreditado' é a distância de pequenos passos de bebé. Esta é a minha filosofia de vida e por vezes, por mais que custe tem que ser quebrada... dado a complexidade do ser humano, existe quem persiga um sonho, uma utopia, não tenho problemas em assumir que pertenço a essa classe e quero acreditar que se soubermos esperar, ter paciência (essa companheira da sabedoria...) que mesmo apesar de sabermos que tentámos tudo, no fim sabemos que fizémos o nosso melhor e podemos 'arrumar' definitivamente o que nos atormentou ou não a nossa mente... no campo do amor só o tempo dirá quando for tempo para desistir, até lá a esperança vive em mim. Se achamos que algo é importante para nós então vemos nisso algo fundamental para a nossa vida, mesmo que para outros seja algo banal, tudo o que é importante para nós tem o seu motivo de ser, cabe a nós acarinhar e preservar enquanto pudermos... beijocas *******

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Junho 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
15
17
19

20
22
24
25

29
30


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO