Cátia @ 23:38

Qui, 02/06/05

A
Foto: Snow Angel by kalomus

Ás vezes queria poder acreditar verdadeiramente em anjos e fadas para poder pedir-lhes que olhassem por ti a todos os instantes. Queria que te susurrassem ao coração o sonho que trago em mim e que apenas isso te pudesse preencher tal como me preenche.

Ás vezes gostava de poder ler o teu pensamento e, através dos teus olhos, sentir o mesmo que sentes. Mas aí, penso que te estou a tirar o direito de sentires sozinho, de poderes ter o teu cantinho.

Ás vezes queria apanhar a lua e oferecer-te-a para que a sua beleza te fizesse sentir sempre bem, e as estrelas para te manterem quente e fazerem-te brilhar ainda mais.

Queria poder levar-te a navegar nos mares e oceanos e mostrar-te que há coisas tão bonitas no mundo que nos deviam fazer esquecer todas as que nos magoam.

Queria poder levar-te ao céu e mostrar-te que, de lá de cima, todos nos protegem.

Ás vezes gostava de arrancar a dor de dentro do teu peito para que ela jamais pudesse voltar mas rapidamente me lembro que um coração que bate desenvolve sempre dores inevitáveis e difíceis de sarar.


Ás vezes gostava apenas de conseguir tirar-te do mundo, trazer-te para o meu sonho, e aqui seres feliz.


Mas todas estas coisas são impossíveis de tornar realidade por isso apenas te posso oferecer o meu coração e dentro dele, muito bem guardadinhos, o meu mundo e o amor que sinto por ti. Posso dar-te a mão e, juntos, enfrentar o mundo.





É possível falar sem um nó na garganta
É possível amar sem que venham proibir
É possível comer sem que seja a fugir
Se tens vontade de cantar não tenhas medo. Canta!

É possível andar sem olhar para o chão
É possível viver sem que seja de rastos
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
Se te apetecer dizer não, grita comigo: Não!

É possível viver de outro modo
É possível transformares em alma a tua mão
É possível o amor. É possível o pão
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.

É possível viver sem fingir que se vive
É possível ser Homem
É possível ser livre!

Manuel Alegre,
Letra para um Hino, O Canto e as Armas.


Afinal... tudo é possível!

Amo-te paixão, com todo o meu ser e com tudo o que tenho para te dar... E acima de tudo quero o teu sorriso sincero, o teu coração que dá para o mundo inteiro, feliz enquanto a vida durar.

Beijos doces!









































Cátia @ 22:17

Qui, 02/06/05

bearpencil.gif



Hoje será um post triplo pois estou a tomar coragem para escrever algo fora do comum para uma das pessoas mais importantes da minha vida e que hoje precisa de um empurrãozito...  Entretanto, à busca de inspiração e depois à procura de uma letra de música encontrei algo que até achei engraçado... E como ainda  não me ocorre nada maravilhoso para escrever, segue um pequeno joguito... Basicamente, com cada letra direi a primeira coisa que me vem à cabeças mas que signifique algo para mim.

A - Amor, porque é o que me move! Algarve, local das minhas férias de família durante vários anos seguidos... sol, praia e piscina :-D; os meus avós maternos que esvoaçam os céus há já uns anos a protegerem-me :-D; Amália Rodrigues, um ícone português.

B - Bruno, um ex-namorado que, até há bem pouco tempo atrás considerava um dos meus melhores amigos... Beijo... porque sou uma beijoqueira! hihihi! Boñeco, a razão do meu viver! Bebé, a minha cadela do coração!

C - Claúdia, a minha mana que não vejo há 2 anos e meio... as saudades batem forte! Chocolate porque sou muitooooo gulosa :-D

D - Diferente porque ninguém é igual a ninguém.

E - Estranha, às vezes acho que sou Extra-Terrestre. Eulália, a minha avó!

F - Físico, uma das coisas em que todos nos baseamos na primeira impressão e que tantas vezes nos conduz errado. Filipe, alguém que me fez aprender mto.
Florbela Espanca e Fernando Pessoa, dois poetas lusitanos maravilhosos. Francisco, o meu avô.

G - Gulosa... :P Gostoso... Grande... Guessit, um amigo desaparecido! Garfield, o gato do meu amor :P

H - Helena, a minha professora da primária.

I - Indiscritível, inconstante, incompleta, insegura = EU! :P ISCSP... a minha faculdade (ok n perguntem porque mencionei isto LOL)

J - Janelas, que me iluminam o dia e me deixam ver que lá fora há mundo!

K - Kelly Family, grupo musical em que fui viciada aqui há uns anos :P. Kart's algo que gosto muito mas que me dá cabo das costas :'(

L - Clube Lisnave, o clube que me permitiu continuar a ter alguma relação com o basketball. Luísa, a minha mãe! Lugar de Sonhos porque é o meu cantinho maravilhoso de prazer, ilusão e desafogo.

M - Maria João, a minha melhor amiga! My Immortal, uma das minhas músicas favoritas! Merlin, o meu cão mágico, Maggie a minha cadela goooorda e Metralha a minha manchinhas! Mar!

N - Nuno, o meu irmão... despaçarado, maluco, metido no seu canto, mas liiiiindo! :P Never... say never ;-) Nú... sabe-se lá porquê! :-P

O - Outubro, mês dos meus anitos. Outono porque nos relembra que o que é bonito também morre... Olhos porque reflectem a nossa alma!

P - Pedro, uma pessoa excepcional que muito me ajuda e que merece todo o amor que está a receber! PORTUGAAAAAAAAAAAAL! :P eheheheh Praia!

Q - ermmm... quarto?! ... Queen....

R - Relógio, revolta, raiva, rigidez, ruína...

S - Sol, sonhos, solidão. Sete pecados mortais :-P.

T - Titanic... pois não podia passar ao lado! Tempo porque nunca pára.

U - Ursos de peluche! Únicos.

V - Vitor, o meu pai que eu adoro! Vale  Milhaços ... :-S

W - Um dos meus nomes... ahahah não queiram saber demais!

X -Xiiiiimmm ... x-coração!?.... não me lembro de nada melhor confesso!

Y - yes?! ... ermmm ... you... pois não arranjo nada melhor!

Z - Zé... ou melhor Zés! O meu primeiro e o meu último namorado, pessoas a quem dei e dou todo o meu coração. Amor... és tudo na minha vida


E esta era a música que eu andava à procura.... ouvi-a... quis partilhá-la convosco apesar de não ser uma novidade!

Um Pouco de Céu - Mafalda Veiga

Só hoje senti
que o rumo a seguir
levava pra longe
senti que este chão
já não tinha espaço
pra tudo o que foge
não sei o motivo pra ir
só sei que não posso ficar
não sei o que vem a seguir
mas quero procurar


e hoje deixei
de tentar erguer
os planos de sempre
aqueles que são
pra outro amanhã
que há-de ser diferente
não quero levar o que dei
talvez nem sequer o que é meu
é que hoje parece bastar
um pouco de céu
um pouco de céu


só hoje esperei
já sem desespero
que a noite caísse
nenhuma palavra
foi hoje diferente
do que já se disse
e há qualquer coisa a nascer
bem dentro no fundo de mim
e há uma força a vencer
qualquer outro fim


não quero levar o que dei
talvez nem sequer o que é meu
é que hoje parece bastar
um pouco de céu
um pouco de céu


******
Cátia


















































Cátia @ 14:33

Qui, 02/06/05

Deslizas os dedos pelas teclas enquanto suaves notas te acompanham no teu sonho longíquo. Trocas ideias com a lua no toque das teclas e as cordas contam ao céu os teus desejos mais profundos.

Com postura de gente grande mostras ao mundo que o sonho pode existir dentro de cada um de nós e que o mundo ainda se pinta de cores vivas e alegres e não do habitual cinzento a que estamos habituados. Tens tanto para ensinar nesses débeis dedinhos de unhas muito curtas e brancas.

Contas ao mar e ao sol as aventuras que tens, susurras ao vento as tuas tristezas para que ele as leve para bem longe, dás a mão a uma estrela e lentamente sobes até à lua, a tua fiel companheira, enquanto saem notas com o deslizar dos teus dedos compridos.

Pequeno pianista de olhos brilhantes, continua a fazer o mundo girar, continua a permitir-nos sonhar!

******
Cátia



Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO