Cátia @ 23:38

Qui, 02/06/05

A
Foto: Snow Angel by kalomus

Ás vezes queria poder acreditar verdadeiramente em anjos e fadas para poder pedir-lhes que olhassem por ti a todos os instantes. Queria que te susurrassem ao coração o sonho que trago em mim e que apenas isso te pudesse preencher tal como me preenche.

Ás vezes gostava de poder ler o teu pensamento e, através dos teus olhos, sentir o mesmo que sentes. Mas aí, penso que te estou a tirar o direito de sentires sozinho, de poderes ter o teu cantinho.

Ás vezes queria apanhar a lua e oferecer-te-a para que a sua beleza te fizesse sentir sempre bem, e as estrelas para te manterem quente e fazerem-te brilhar ainda mais.

Queria poder levar-te a navegar nos mares e oceanos e mostrar-te que há coisas tão bonitas no mundo que nos deviam fazer esquecer todas as que nos magoam.

Queria poder levar-te ao céu e mostrar-te que, de lá de cima, todos nos protegem.

Ás vezes gostava de arrancar a dor de dentro do teu peito para que ela jamais pudesse voltar mas rapidamente me lembro que um coração que bate desenvolve sempre dores inevitáveis e difíceis de sarar.


Ás vezes gostava apenas de conseguir tirar-te do mundo, trazer-te para o meu sonho, e aqui seres feliz.


Mas todas estas coisas são impossíveis de tornar realidade por isso apenas te posso oferecer o meu coração e dentro dele, muito bem guardadinhos, o meu mundo e o amor que sinto por ti. Posso dar-te a mão e, juntos, enfrentar o mundo.




É possível falar sem um nó na garganta
É possível amar sem que venham proibir
É possível comer sem que seja a fugir
Se tens vontade de cantar não tenhas medo. Canta!

É possível andar sem olhar para o chão
É possível viver sem que seja de rastos
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
Se te apetecer dizer não, grita comigo: Não!

É possível viver de outro modo
É possível transformares em alma a tua mão
É possível o amor. É possível o pão
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.

É possível viver sem fingir que se vive
É possível ser Homem
É possível ser livre!

Manuel Alegre,
Letra para um Hino, O Canto e as Armas.

Afinal... tudo é possível!

Amo-te paixão, com todo o meu ser e com tudo o que tenho para te dar... E acima de tudo quero o teu sorriso sincero, o teu coração que dá para o mundo inteiro, feliz enquanto a vida durar.

Beijos doces!



Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
blogs SAPO