Cátia @ 14:27

Ter, 30/03/04

amigofirme.gif 

É estranho até que ponto a ausência de um amigo deixa em nós um sentimento de vazio. Maior mesmo que aqueles amores que nos deixam meio perdidas na vida. Ainda agora foste e já estou cheia de saudades :'(!! Volta rápido! Adoro-te mto mto mto mto!!!!

Por mais que muitas vezes me disseram que me dou demasiado às pessoas, que lhes dou todo o meu coração e que, inevitavelmente, saio magoada. A verdade é que, por muito que tentemos, acabamos sempre por magoar as pessoas com esta ou aquela atitude e aí não há excepções já que ninguém é perfeito. Quando ouvi isto pela primeira vez pensei que essa pessoa estava errada, hoje sei que não mas sei também que esta é a única forma que conheço de viver, e posso ter as minhas desilusões mas nunca ficarei a pensar que poderia ter dado mais, que poderia ter oferecido mais um bocadinho de mim e talvez dessa forma não perdesse as pessoas. E é desta forma que me orgulho de ser. É desta forma que as pessoas que me interessam gostam de mim, é desta forma que consigo acordar de manhã com um sorriso nos lábios mesmo nos dias mais tristes. É desta forma que sei que, no dia em que perder alguém, dei tudo o que tinha para dar e nada terá ficado por dizer.
E dir-me-ão vocês... e dessa forma magoas-te de forma inacreditável porque estás demasiado exposta, porque muito pouca gente é capaz de retribuir o que tu dás e por isso mesmo sentem-se amedrontadas e fogem. Talvez... Talvez me tenha desiludido por demasiadas vezes... Talvez deixe que me magoem... Talvez tenha já derramado muitas lágrimas por ser assim mas tenho plena consciência que não há duas pessoas iguais e que cada uma delas merece uma oportunidade para se provar melhor que a outra e não posso dar lugar a comparações. E se fogem, se se amedrontam com o carinho que lhes dou, então só ficam aquelas que merecem realmente ficar, aquelas que são fortes o bastante para perceberem que o carinho e o amor não se dão para se ter a retribuição, dão-se porque as pessoas são especiais e todas elas merecem uma mão que as apoie, uma mão que lhes mostre que o mundo ainda gira mesmo depois dos momentos mais difíceis. Ficarão aquelas que percebem que apenas o facto de estarem aqui já é a maior retribuição que poderiam dar!

Mudando mais ou menos de assunto... hj acordei triste... triste porque, mais uma vez, sonhei contigo. Sonhei com algo que queria que acontecesse mas que não posso deixar que aconteça... Triste dualidade... Queria ser capaz de agir como tu, com (aparente?!) indiferença. Queria ser capaz de acordar e não seres a primeira coisa em que penso, não seres o que me assombra a lembrança durante todo o dia, não seres a última coisa em que penso antes de dormir, não seres o dono dos meus sonhos. Não que me arrependa de nada, não que não goste de ser capaz de gostar de ti desta maneira mas apenas porque sei que não é recíproco e porque já não tem razão de ser... Já não há razão para te dar a melhor parte do meu coração pois já a rejeitaste. Sei que é uma questão de tempo e que daqui a alguns dias (?!?!?!?) já não sentirei o mesmo e sei que não queres que sinta isto... só que não consigo evitá-lo.

"Dei-lhe a minha alma e ele talvez por n a ter sentido, deixou-a morrer... e com ela tantas coisas se foram." (Heavenwood *adaptado)

****
Cátia




Pedro @ 19:15

Ter, 30/03/04

 

Para mim não existe sonho triste ou que me possa fazer com que acorde como numa manhã cinzenta, pois sei que quando sonho tenho tudo o que queria que fosse realidade, provavelmente o único local neste vasto universo onde sei que posso ser feliz e realizar tudo o que quero da vida, portanto se sei que sonho com aquela pessoa especial, que me é querida e sabendo que não a posso ter a meu lado como minha companheira, sei então que nos sonhos ela estará lá à minha espera.... e isso só me traz alegria, sei que não passa de ilusões mas essas ilusões fazem que a esperança em nós não morra e que a cada dia que passa floresça de novo aquele sentimento de que tudo é possível.

Entregamo-nos facilmente ao outros não porque o fazemos de propósito mas porque está na nossa natureza, não existe maldade em nós que possa dar a entender que nos possamos magoar ao tomarmos essa iniciativa, queremo-nos dar a conhecer e entregar-nos a quem pensamos ser a 'tal' pessoa, a nossa alma gémea e, no final todos os nossos 'esforços' transformam-se em dor e solidão. Não o podemos evitar e como disseste muito bem, não somos todos iguais, talvez a próxima pessoa a bater à porta da nossa vida seja diferente e aceite-nos no seu coração... a vida é feita de muitos 'talvez', mas quando menos esperarmos somos confrontados não com um 'talvez' mas com um 'sim'...

Março 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
17
18
20

22
23
25
27

28
29
31


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
blogs SAPO