Cátia @ 00:49

Ter, 01/06/04

EvanescenceAnwers.jpg

 Pois é! E depois de ter dito que não ia ao Rock in Rio e de ter ficado um tanto triste por isso.. eis que apareceu um bilhete quase por magia! Diga-se de passagem que pareceu uma oferta "lá de cima" depois da noite mal passada. Bem, e foi excelente! Pena sermos só duas e não ser o pessoal todo mas foi excelente.
Setther foram interessantes embora só tenha ouvido meia dúzia de músicas (nem tantas ok), mas gostei do som. Xutos "partiram" a casa toda mesmo não sendo eu grande fã das suas músicas, pelo menos das mais recentes! Foi talvez a 3ª vez que os vi e a 1ª que consegui ver o concerto do início ao fim eheh!
Charlie Brown Jr foi mau demais... Foi um bom momento para ir comer qualquer coisa e ir visitar as outras tendas. A notar que a tenda electrónica é muito muito fixe para quem gosta do tipo de música! Curti muito o ambiente!
Chegou então a vez de Evanescence.. como dizer.. ESPECTACULAR! ehehe :oP A pobre da Amy, com uma amigdalite em cima ainda encantou 50 mil visitantes! Pena pena foi ter sido tão pouco tempo! Mas pronto, como era de esperar, My immortal foi o momento especial que fez derramar algumas lágrimas (err...) mas todo o concerto foi mesmo mto bom. E nem sabem a sensação de se olhar para trás e ver-se um mar de gente! Magnífico!!!!
Por último, Foo Fighters... Não vi! ehehehhehe! Vim-me embora por ter exame hoje ... quem é que marca exames para a altura do Rock in Rio e do Euro... ?! Ainda dizem que a vida de universitário é só baldas...
E pronto... ida ao Rock in Rio contada... e passemos a outro tema.

Eis um texto que escrevi algures lá para Março deste ano penso eu:

«Será que te perdes cada vez q pensas em mim c/o eu me perco cada vez que sonho contigo? Será que navegas por mares desconhecidos sempre que me olhas nos olhos c/o eu me afundo em águas revoltas cada vez que o teu olhar não cruza o meu? Será que peres a nooção do tempo quando me vês sorrir tal como eu vôo pelos céus sempre que te vejo com um sorriso cintilante? Será que, por detrás de uma máscara de politicamente correcto não está um desejo que não me revelas sequer a mim própria?
Na realidade de pouco importa, o teu mundo partiu do meu e não o quero de volta. São perguntas infinitas que pretendem esconder um vazio que deixaste dentro de mim mas que não posso revelar a mais ninguém pois nunca seria compreendido. De facto, não posso sequer revelar a mim própria pois apenas a memória do passado já magoa o suficiente para relembrar constantemente que te dei todo o meu mundo para tu usares enquanto satisfazias a tua necessidade de afecto para depois deitares fora como se de nada se tratasse.
Poderia odiar-te e ter razões para isso. Poderia dizer-te tudo e mais alguma coisa mas sei que de nada serviria senão para alimentar uma dor. Um dia perceberás. Um dia crescerás. Um dia acordarás e perceberás que perdeste mais do que estavas à espera, que perdeste o momento mágico.
Apesar de tudo desejo-te o mesmo que desejo para mim... mas desejo-te longe para que, minuto a minuto possa recuperar o meu sonho e juntar os pedacinhos de um coração que partiste deliberadamente.
O sonho quebrou-se, o sol deixou de brilhar, o coração sangrou, tu fugiste e uma lágrima escorreu... E no fim um sorriso cintilante perdurará mostrando ao mundo que o sonho sobrevive... magoado... mas sobrevive!»

Acho que o início e o fim estão bem bonitos :-)

******
Cátia



Junho 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
15
17
19

20
22
24
25

29
30


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
blogs SAPO