Cátia @ 02:28

Sab, 25/03/06

butterfly azul.gif

 

Hoje não é um dia especial... é um dia como todos os outros em que o teu sorriso voltou a alegrar o meu dia, em que o brilho dos teus olhos penetraram no meu corpo, em que o teu abraço apaixonado fez me sentir viva... de novo... como sempre que me abraças, como sempre que me tocas com a tua mão suave...

Hoje não é um dia especial mas por alguma razão estou a pensar no dia em que nos conhecemos, a primeira vez que te vi, o teu primeiro olhar, o teu primeiro sorriso, a tua forma descontraída. Hoje relembro com ternura aquela pequena atracção que tive por ti... que cresceu e hoje é o amor imenso que me assola o coração, a mente e alma e me faz viver.  Lembro-me o que pensei... lembro-me de instantaneamente estar pronta a lutar, mesmo quando parecia impossível.

Hoje, lembro-me das conversas que tivémos, lembro-me de como brincámos... lembro-me de achar que nunca viria a acontecer. Lembro-me da camisola aos quadrados azuis brancos e castanhos claros... lembro-me das calças de ganga azuis... banais.. iguais a tantas outras mas tuas... (ok! não me lembro do que levavas calçado :P provavelmente os sapatos vela castanhos :P). Lembro-me de ti com aquele aperto no coração que senti quando te vi ... queria-te para mim!

Hoje, o meu coração pertence-te e tu estás em mim. Os meus sonhos preenchem-se com a tua presença, os meus pensamentos são teus. Vivo por ti e para ti. Esvoaço nas asas de uma borboleta livre e colorida suave com asas de cetim. Perco-me nos teus sonhos de fadas e flores, bonecos de algodão doce e arco-iris de mil cores. Perco-me em ti para te encontrar em mim...

 

"                                                                                  
Bon Jovi - You Had Me From Hello

At the mirror you fix your hair and put your makeup on
You’re insecure about what clothes to wear
I can’t see nothing wrong

To me you look so beautiful when you can’t make up your mind
It’s half past eight, it’s getting late
It’s ok, take your time

Standing here my hands in my pockets
Like I have a thousand times
Thinking back it took one breath
One word to change my life

The first time I saw you it felt like coming home
If I never told you I just want you to know
You had me from hello

When we walk into a crowded room it’s like we’re all alone
Everybody tries to kidnap your attention
You just smile and steal the show

You come to me and take my hand
We start dancin’ slow
You put your lips up to my ear and whisper way down low

From the first time I saw you it felt like coming home
If I never told you I just want you to know
You had me from hello

And when you’re laying down beside me
I feel your heartbeat to remind me...

The first time I saw you it felt like coming home
If I never told you I just want you to know
You had me from hello

From hello
From hello
                                                                                                               "

Nunca será demais dizer-te... AMO-TE!

******
Cátia




Cátia @ 01:33

Ter, 21/03/06

theroom.jpg

Gostava de estar no espírito de escrever-te qualquer coisa do coração, qualquer coisa que te segredasse só mais um bocadinho o quanto te amo e como és especial e parte da minha vida que nunca quero perder.

Gostava de estar no espírito de te dar tudo de mim e não ter mais nada em que pensar, pois tudo seria natural, tal como o sentimento por ti que me invade todos os dias.

Mas sabes tão bem que nesta altura não consigo. O cansaço e a falta de paciência estão a começar a quebrar-me de uma forma estúpida, como há muito não acontecia.

Sinto vontade de chorar a toda a hora, sinto vontade de gritar e deixar sair de dentro de mim a pressão de uma situação estúpida em que não tive voto na matéria em tempo algum e que nos extrapõe na totalidade mas que me etá ligada, nem sei por onde, nem sei porquê.

Sinto vontade de fazer parar o mundo e de mudar alguma coisa para deixar de sentir o coração apertado e este sentimento de quase desespero por saber que será mais um dia em que vou ter de calar para não magoar.

E tu nada tens com isto. Nada és com isto. Fazes apenas parte do meu coração e indefeso acabas por sentir as consequências.

Preciso parar o mundo. Preciso conseguir sonhar de novo. Preciso conseguir voltar a confiar. Preciso não ser assolada pela desiulsão. Preciso acreditar.

Preciso parar o mundo. Preciso sonhar.

*****
Cátia




Cátia @ 01:19

Sab, 11/03/06

«Pára, escuta, olha
Ouve o que tenho a dizer
Tu que andas por aí
O que estás tu a fazer?

Olha para ti,
Não olhes para trás
Há quanto tempo já não ris?
Há quanto tempo assim estás?»



Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24

26
27
28
29
30
31


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO