Cátia @ 00:50

Sex, 22/04/05

criança.jpg


Os olhos de uma criança que vê e sente, que olha com medo os pais que discutem incessantemente.
Onde se devia ver brilho de felicididade, vê-se o brilho de uma lágrima prestes a cair. Onde se devia sentir um coração cheio de amor encontra-se um coração oprimido. As palavras tornaram-se silêncio e o sonho vive apenas na imaginação. No cantinho mais resguardado que ninguém consegue encontrar.

No seu sonho, os pais não tornam a discutir e as mágoas que guardam do passo são postas de parte, discutidas e para sempre esquecidas. No seu sonho, os irmãos não são predilectos, os caminhos são os mesmos, os risos não são de gozo. No seu sonho, o mundo não se destrói com o incompreensível.
No seu sonho, as palavras não são ditas sem primeiro ter-se em conta se se vai magoar ou não. No seu sonho, os erros são compreendidos em vez de constantemente apontados como tal. No seu sonho, o seu mundo não se desmoronou.
No seu sonho o seu pai é a mesma pessoa que sempre foi, com um carinho infindável. No seu sonho a sua mãe não prefere permanecer longe mesmo estando perto. No seu sonho a sua irmã encontrou o melhor caminho. No seu sonho, o seu irmão não tropeça...

Os olhos de uma criança que vê e sente e que, no silêncio, cala uma lágrima.
Os olhos de uma criança vêem muito mais do que queremos acreditar. Os olhos de uma criança vêem para além de nós, vêem até ao seu lugar de sonhos.




É imprescindível fazer dois apontamentos:
1º Parabéns ao amor da minha vida pelos seus 22 aninhos feitos ontem. És o sol que me aquece todas as manhãs e o teu beijo faz-me voar. Fica para sempre comigo! Amo-te!

2º Quero dar um beijo muito grande ao Pedro que finalmente parece ter encontrado a sua cara metade. Que toda a felicidade te sorria e que os teus braços possam, por fim, abraçar o amor!


*****
Cátia




Cátia @ 02:59

Qua, 06/04/05

pope.jpg


Hoje decidi-me por falar 3 em 1. Por isso vou tentar falar do mais triste para o mais alegre.

No passado sábado, pelas 20h37 (hora portuguesa) o Santo Padre encontrou o seu caminho para as terras de Deus. Não digo nenhuma novidade e não vou estar aqui a relatar a vida deste Homem apenas dar um Obrigado e prestar o devido respeito e pequena homenagem que merece por toda a ajuda que deu ao Mundo nos anos em que representou a Igreja Católica. Creio que todas as religiões em todo o mundo, e todas as pessoas, cristãs ou não, ficaram um pouco tristes com a perda deste Homem, mais do que por ser a relação mais directa com Deus como por ser um eterno lutador pela paz e felicidade. Ao Papa João Paulo II, MUITO OBRIGADO!



Passando então para algo mais alegre, na passada segunda feira, dia 4, festejei o meu 6º mês de namoro com o meu "mais que tudo". Seis meses de amor, carinho, doçura, entreajuda, apoio, felicidade e momentos inesquecíveis. Neste momento, fazendo uma leve comparação com tudo o que já vivi para trás (mesmo tendo consciência que não se comparam pessoas nem momentos) apenas posso dizer que nunca senti este amor, tão forte, que parece renascer todos os dias, que me faz brilhar os olhos só de o ver aparecer, que me faz sorrir só de pensar nele. Nunca senti esta felicidade que me preenche e me dá força, que me faz viver este sonho desmedido e emotivo.
Na realidade, não importa muito serem 6 meses, 3, 2, ou 456... apenas importa estar com ele.

Zé, és o dono do meu coração, do meu amor e do meu corpo. És a razão que me faz viver e que me faz sorrir, esquecendo aquelas pequenas coisas que não nos deixam ser plenamente felizes. És a mão que me puxa sempre que me sinto afundar um pouco mais, és a voz que me chama a razão quando o coração fala alto... demasiado alto. És a alma que me preenche. Amo-te!!




Por último, vim há umas poucas horas do Teatro, mais propriamente da Companhia Teatral do Chiado (Atrás do São Luis)onde está em cena a peça "As Obras Completas de Shakespeare em 97 Minutos"... Bem posso dizer que não me lembro de ter rido tanto durante tanto tempo... Praticamente desde que me sentei até ter saído da sala... Está fenomenal! Aconselho vivamente! De preferência vão para as filas mais à frente ou para as pontas das filas, a sala é pequenita por isso não deixem os bilhetes para último! E Apressem-se pois só está em cena até ao próximo dia 11, depois partem para o Porto dia 7 e 8 de Maio se n estou em erro, para um intervalo (espero eu) visto que a peça já está no seu 9º ano. Vão ver!!!!

 

Bem e despeço-me por hoje, na esperança de amanhã estar mais inspirada!
Beijocas!!!
Cátia



Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30


Arquivo
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO